DIVERSIDADE GENÉTICA, CARACTERIZAÇÃO E ATIVIDADE DE ÓLEOS ESSENCIAIS EM Psidium spp.

Nome: Carolina de Oliveira Bernardes
Tipo: Tese de doutorado
Data de publicação: 25/04/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Adésio Ferreira Co-orientador
Marcia Flores da Silva Ferreira Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Adésio Ferreira Coorientador
Marcia Flores da Silva Ferreira Orientador
PATRICIA FONTES PINHEIRO Examinador Externo
Pedro Henrique Araújo Diniz Santos Examinador Externo

Resumo: A família Myrtaceae está entre as mais importantes dos ecossistemas brasileiros apresentando a característica marcante das plantas serem ricas em óleo essencial. O gênero Psidium é um dos mais explorados da família com aproximadamente 100 espécies, com destaque para P. guajava, P. brownianum e P. guineense. Objetivou-se, com este trabalho estudar a diversidade genética de P. guajava, P. brownianum e P. guineense, identificar o perfil terpênico de óleos essenciais de espécies de Psidium e utilizar as propriedades dos óleos essenciais de P. guajava como uma alternativa no controle de Spodoptera frugiperda. Para os estudos de diversidade, um mesmo grupo de microssatélites foi utilizado em populações das três espécies. O maior número de alelos foi detectado para populações de P. guajava, bem como elevados valores de He e H’, também detectados para as demais espécies. Entre 73 e 80% da variação ocorreu dentro de populações, refletindo em elevados valores de divergência genética (P. guajava, FST = 0,1996; P. brownianum, ØST: 0,2636; P. guineense, ØST: 0,2034). As populações das três espécies estudadas apresentaram-se moderadamente estruturadas, com a formação de dois grupos, representando a região sul e norte do Espírito Santo. Quanto a variabilidade de terpenos dos óleos essenciais de folhas, onze espécies foram analisadas por CG-DIC e CG-EM, bem como por análises de micromorfologia foliar e índice de herbivoria. Foram identificados 59 compostos, com predominância de sesquiterpenos. Dados da literatura foram obtidos e quatorze espécies foram incluídas no estudo. Observou-se grande diversidade de compostos e predominância de β-cariofileno e óxido de cariofileno. Adicionalmente, 1,8-cineol, α-pineno e (E)-nerolidol também foram responsáveis pela distinção de grupos de espécies em análise de agrupamento. O índice de herbivoria foi baixo para todas as espécies, sendo explicado pelo fato de que sesquiterpenos estão diretamente relacionados à defesa contra microrganismos e predadores. A presença de tricomas e folhas coriáceas, também contribuiu para a redução da herbivoria. Por fim o efeito de dois quimiotipos de óleo essencial de goiabeira foi estudado em lagartas de Spodoptera frugiperda. A composição química dos óleos essenciais mostrou a presença de treze compostos em ambos os genótipos. Os compostos majoritários encontrados em Paluma foram óxido de cariofileno (15,9%), β-cariofileno (12,1%) e selin-11-en-4-α-ol (10,3%) e em Cortibel VII, β-bisabolol (12,3%). Ambos os óleos essenciais apresentaram efeito de repelência, sob concentrações de 10 e 100 ppm às lagartas de S. frugiperda. Dessa forma, o conhecimento da diversidade genética se trata de importante ferramenta que pode mostrar a real situação das espécies em relação a sua conservação em determinados ambientes e além disso, com o conhecimento da composição dos óleos essenciais em espécies de Psidium spp. pode-se inferir a cerca dos quimiotipos presentes em determinadas espécies e assim, ser feita a indicação de seu uso.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000