Indução in vitro de poliplóides de Solanum lycopersicum Santa Cruz Kada Gigante e verificação do nível de ploidia por meio de técnicas citogenéticas e de citometria de fluxo

Resumo: O Brasil destaca-se como um dos maiores produtores mundiais de tomate (Solanum lycopersicum Mill., Solanaceae), ao lado da China, Estados Unidos, Turquia e Itália. No cenário nacional, o Espírito Santo foi considerado, em 2008, o oitavo maior produtor de tomate. Dentre as hortaliças, o tomate é a de maior expressão social e econômica do Estado, o qual possui uma produção que abastece tanto o mercado capixaba quanto o nacional. O tomate comercializado para consumo in natura é quase totalmente do grupo Santa Cruz, em virtude das características agronômicas desses acessos, as quais se destacam: a) os frutos das cultivares atualmente plantadas pesam entre 160 a 200 gramas, b) os frutos apresentam notável resistência ao manuseio, c) as plantas são de fácil adaptação climática e rusticidade. Além da importância econômica, S. lycopersicum é um dos modelos vegetais mais estudados e utilizados com vista a compreender os mecanismos morfogênicos envolvidos no desenvolvimento de órgãos e tecidos vegetais. No mesmo sentido, o genoma dessa espécie vem sendo analisado e comparado ao de outras solanáceas (como Solanum tuberosum, Capsicum annuum, dentre outras) em estudos evolutivos e filogenéticos. Em virtude da relevância econômica e biológica, técnicas de cultura de tecidos vêm sendo empregadas para fornecer subsídios aos programas de melhoramento e conservação ex e in vitro do tomate. Dentre as estratégias de cultura in vitro, a poliploidização foi empregada usando como fonte de explantes S. lycopersicum Stupické , um acesso diplóide (2n = 2x = 24 cromossomos) que possui conteúdo de DNA nuclear equivalente a 2C = 1,96 picogramas. O procedimento de poliploidização gerou plântulas tetraplóides (2n = 4x = 48 cromossomos, 2C = 3,92 picogramas), as quais foram propagadas in vitro. Nesse cenário, o presente projeto visa obter plantas poliplóides in vitro do acesso S. lycopersicum Santa Cruz Kada Gigante , o qual tem sido amplamente cultivado no Brasil e no Estado do Espírito .

Data de início: 2014-04-10
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Wellington Ronildo Clarindo
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000