Ecofisiologia e diversidade genética de populações nativas de Varronia curassavica Jacq. em um gradiente de altitude no Sul do Estado do Espírito Santo

Resumo: No Brasil, o consumo de plantas para fins medicinais e de medicamentos à base de plantas está aumentando em todas as classes sociais. O mercado de fitoterápicos no Brasil tem sido atendido, na maioria das vezes, por matéria prima sem padronização e de qualidade duvidosa. As plantas precisam ter produção uniforme de metabólitos secundários. Dentre os fatores que podem interferir de forma significativa na qualidade e quantidade de metabólitos secundários, destaca-se a altitude. A espécie Varronia curassavica é muito utilizada na medicina tradicional. O óleo essencial presente nas suas folhas é rico em ∝-humuleno que possui atividade anti-inflamatória e analgésica. Dessa forma, o mercado farmacêutico tem despertado interesse na obtenção de matéria prima para a fabricação de fitoterápicos. Consequentemente há um grande interesse no desenvolvimento de um sistema de cultivo em larga escala para V. curassavica e na adoção de procedimentos e estudos de fatores que possam aumentar os teores de metabólitos secundários. Deste modo, a identificação de indivíduos superiores e o conhecimento do efeito da variação de fatores ambientais no crescimento e na produção de metabólicos secundários poderão contribuir para o processo de melhoramento genético da espécie, facilitando o seu cultivo e diminuindo o processo de extração predatória. O objetivo desse trabalho será avaliar as respostas ecofisiológicas e a diversidade genética de populações nativas de V.curassavica ao longo de um gradiente de altitude no Sul do Estado do Espírito Santo. Para tal, serão realizadas coletas em populações nativas de V. curassavica, localizadas em cinco diferentes altitudes e para cada população serão realizados a caracterização do ambiente e do solo, análise das características ecofisiológicas e análises moleculares. Espera-se entender como características ecofisiológicas e genéticas estão relacionadas com o crescimento e concentração de metabólitos secundários de V. curassavica ao longo de um gradiente de altitude. Proporcionará informações importantes para o desenvolvimento de estratégias de cultivo e obtenção de matéria prima com concentração de metabólitos secundários desejáveis para a indústria farmacêutica.

Data de início: 2014-01-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Natália Grancieri
Coordenador Paulo Cezar Cavatte
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000