Efeitos tóxicos e fisiológicos causados pela contaminação do solo com petróleo e ferro particulado em Rhizophora mangle L.

Resumo: Os manguezais são ecossistemas de grande importância ecológica, social e econômica no Estado do Espírito Santo. Apesar de sua importância, este ecossistema tem sofrido com as ações antrópicas, dentre elas: a exploração de petróleo e a fabricação de pelotização de minério de ferro. A fitorremediação (utilização de plantas para acumular, translocar, degradar, volatilizar e/ou imobilizar substancias tóxicas presentes no solo e/ou na água) vem sendo empregada como uma alternativa promissora para minimizar os impactos causados por estas atividades. O objetivo desse trabalho será avaliar os efeitos tóxicos e fisiológicos causados pela contaminação do solo com petróleo e ferro particulado em Rhizophora mangle L. Para tal, propágulos serão coletados e cultivados em vasos contendo solo típico do mangue contaminado com concentrações de petróleo (0; 1,0 e 2,0%) em interação ao material sólido particulado de ferro (0; 3,0 e 6,0 mg cm-2 dia-1). Análises fisiológicas (crescimento, trocas gasosas, fluorescência da clorofila a, pigmentos fotossintéticos e danos celulares) serão realizadas aos 60, 120 e 180 dias após o plantio. Análises citogenéticas serão realizadas para avaliar o efeito mutagênico dos contaminantes.

Data de início: 2014-01-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Vinicius Ferreira Moreira
Coordenador Paulo Cezar Cavatte
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000