Modelos alométricos para estimativa da área foliar de espécies arbóreas.

Resumo: O conhecimento da área foliar é fundamental na análise de crescimento das plantas, em virtude de estar intimamente ligada à produção de biomassa. O objetivo deste trabalho será desenvolver modelos matemáticos para estimativa da área foliar de espécies florestais, utilizando-se medidas alométricas do limbo foliar. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado com 100 repetições. As áreas foliares verdadeiras serão obtidas por intermédio de um medidor de área foliar e pelo método de discos. Seguindo-se serão feitos os estudos de regressão para seleção das equações que melhor representem a estimativa da área foliar em função do maior comprimento (C), da maior largura (L) ou do retângulo circunscrito (C x L) à folha. Serão testados os modelos linear (Y = a + bx), linear pela origem (Y = bx), geométrico (Y = axb) e exponencial (Y = abx), considerando-se o maior comprimento, a maior largura e o retângulo circunscrito à folha como variáveis independentes e a área foliar real como variável dependente. Essa técnica possibilitará a fácil determinação da área foliar pelo método não destrutivo, permitindo inclusive o acompanhamento estacional do ganho de área foliar, cujos resultados enriqueceriam as conclusões em futuros trabalhos de pesquisa.

Data de início: 2015-05-10
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador José Augusto Teixeira do Amaral
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000