Caracterização Fisiológica e Molecular de Cruzamentos entre Genótipos de Café Conilon visando Tolerância à Seca

Resumo: As principais vertentes das pesquisas para a cafeicultura do Conilon estão centradas em estudos dos mecanismos que contribuem para o aumento da produtividade. Por isso, pesquisas com temáticas sobre a tolerância dos genótipos aos estresses abióticos são necessárias. Objetiva-se no presente trabalho, contribuir para o melhoramento genético do cafeeiro Conilon através da identificação de materiais genéticos superiores para características de produção e tolerância a estresses abióticos, em famílias de irmãos completos (FIC). As avaliações serão feitas para caracterização morfo-agronômica, fisiológica e bioquímica de todos os indivíduos das FIC. Os dados obtidos pelas avaliações das características morfo-agronômicas serão comparados entre as duas populações pelo teste de qui-quadrado (²), para verificar a existência de efeito recíproco. Para a identificação dos genótipos mais promissores presentes nas famílias de irmãos completos serão utilizados o índice com base na soma de ranks e o índice livre de pesos e parâmetros. As populações de C. canephora serão genotipadas por marcadores microssatélites e a diversidade genética molecular estimada. Os resultados da caracterização genômica e fenotípica serão importantes para selecionar genótipos de cafeeiros mais produtivos e tolerantes ao déficit hídrico.

Data de início: 2016-08-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado Franciele Barros de Souza Sobreira
Coordenador Taís Cristina Bastos Soares
Pesquisador Carla Cristina Gonçalves Rosado
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000