Fenotipagem de alto rendimento de atributos fisiológicos para seleção indireta de clones de Coffea canephora com potencial de tolerância à seca

Resumo: A cultura do café conilon (Coffea canephora L.) no estado do Espírito Santo (maior produtor do país), apresentou, até o ano de 2014, aumentos significativos na produção de grãos, fato associado principalmente as técnicas agronômicas que foram empregadas ao longo dos anos. Entretanto, a baixa disponibilidade hídrica no solo associada com elevadas temperaturas atmosféricas (seca), apresentadas nos últimos anos no Estado, promoveu decréscimos significativos na produção do café conilon. Diante de um cenário de mudanças climáticas globais, com seus possíveis impactos sobre a temperatura e sobre os regimes de chuvas, o desenvolvimento de variedades com algum grau de tolerância à seca deve ser encarado como um objetivo fundamental em programas de melhoramento genético do café conilon. Todavia, isso requer a avaliação de um grande número de genótipos, em condições de campo, para obterem-se, ao final de vários anos, alguns poucos materiais promissores. Ademais, as metodologias mais usuais para identificar plantas portadoras de características de interesse, fazem uso de métodos destrutivos que demandam muito tempo, recursos e mão-de-obra, limitando sua aplicação.

Data de início: 2016-11-01
Prazo (meses): 36

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Paulo Cezar Cavatte
Pesquisador Mário Luís Garbin
Pesquisador Leandro Pin Dalvi
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000